terça-feira, 31 de janeiro de 2012

EDIFÍCIOS ESTRANHOS....!!!!!

Madrid

Os diferentes estilos arquitectónicos que podemos encontrar por esse mundo fora, são na verdade muitos e diversificados….

Consoante a época em que os edifícios foram construídos e também de acordo com a arte e a imaginação dos Arquitectos autores dos respectivos projectos, encontramos de tudo um pouco……!!!!!

Na verdade alguns desses génios da Arquitectura romperam barreiras arquitectónicas que resultaram em construções que dificilmente passam despercebidas….

São edifícios bastante estranhos, insólitos até, mas sobretudo muito originais….!!!!

Senão vejamos:
Biblioteca - Kansas


Viena de Austria 

Roterdão


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

INVERNO....!!!!!!

Por onde andará o Inverno ????
Teria ido de férias ????
Ninguém o viu ????
Ninguém sabe nada dele ????


É que, chuva, nem vê-la..... Já todos reclamam pela falta desse bem precioso, mas não há meio...
O céu de tão azul que se apresenta e o sol a brilhar tão intensamente, não denunciam qualquer hipótese, ainda que mínima, de que tenhamos chuva nos proximos dias......, mas vamos acreditar na meteorogia e ter esperança de que "talvez", na próxima semana, comecem por aí a surgir uns chuviscos, o que é pouco bem sabemos, mas mais vale pouco do que nada....

Mas em contrapartida preparemo-nos para uma vaga de frio, daquelas que nos deixam enregelados....

Enfim...., é o tempo que temos.....e o remédio é mesmo aguentar......

domingo, 29 de janeiro de 2012

POEMA DE FLORBELA ESPANCA......


Fumo

Longe de ti são ermos os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas;
Longe de ti há noites silenciosas,
Há dias sem calor, beirais sem ninhos!

Meus olhos são dois velhos pobrezinhos
Perdidos pelas noites invernosas...
Abertos, sonham mãos cariciosas,
Tuas mãos doces plenas de carinhos!

Os dias são Outonos: choram... choram...
Há crisântemos roxos que descoram...
Há murmúrios dolentes de segredos...

Invoco o nosso sonho! Estendo os braços!
E ele é, ó meu amor pelos espaços,
Fumo leve que foge entre os meus dedos...

(Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade")

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

CASTELEJO


                                                                      A Igreja Matriz

Eis um breve apontamento sobre esta aldeia do concelho do Fundão, sobejamente conhecida pelo seu Santuário (de Santa Luzia) e pela grandiosa festa que anualmente se realiza a 15 de Setembro.

Os motivos para uma interessante visita a este local, são:

·       a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Silva,

·       o Museu da freguesia

·       e o referido Santuário de Santa Luzia.


Fazem ainda parte do seu Património Histórico, os chafarizes, algumas habitações em granito e uma pedra com inscrições romanas.

                                                             Santuário de Santa Luzia

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

CASTELO NOVO - ALDEIA HISTÓRICA....


É mais uma das belas aldeias históricas de Portugal, onde se encontram, um pouco por toda a parte, vários exemplos de construção beirã, em granito.

Num lindo dia de sol é bom passear por esta aldeia, passear por todas as suas ruas, admirar a belíssima paisagem e visitar o seu Património Histórico, nomeadamente:

·       a Igreja da Misericórdia do Século XVIII;

·       a Igreja Matriz do período medieval mas que foi totalmente remodelada no Século XVIII;

·       as ruínas do Castelo construído no reinado de D. Sancho I, que ainda apresenta a sua Torre de Menagem e algumas partes da muralha;

·       o edifício dos Antigos Paços do Concelho;

·       o Pelourinho;

·       e alguns solares que nos deixam completamente deslumbrados….!!!!

E muito mais há para ver neste local maravilhoso….., por isso, vale mesmo a pena uma visita….!!!!!


Castelo Novo Slideshow: Albertina’s trip from Torres Vedras, Estremadura, Portugal to Castelo Novo (near Fundao, Beiras) was created by TripAdvisor. See another Fundao slideshow. Take your travel photos and make a slideshow for free.

sábado, 21 de janeiro de 2012

ALPEDRINHA....!!!!!!



ALPEDRINHA
Situada numa encosta da Serra da Gardunha, a uma altitude de cerca de 550 metros, Alpedrinha foi elevada a Vila em 1675, pelo futuro Rei D. Pedro II e permaneceu como sede de concelho até 1855, passando depois a pertencer ao concelho do Fundão.
Esta Vila, de arquitectura granítica, é realmente digna de uma visita.
Logo à chegada é bom que nos preparemos para subir e muito, por ruas e ruelas, estreitas, algumas delas que parecem não levar a lado algum, mas que nos deslumbram com o seu casario apertado, do centro histórico, fazendo lembrar casas mouriscas.
É preciso começar a subir as ladeiras para descobrir os velhos palácios que surgem, quase de repente ao virar das esquinas, mas que nos deixam encantados com as suas fachadas, as cantarias, as varandas de madeira ou pedra, a água que corre por todos os lados em inúmeros chafarizes por ali existentes…, enfim toda uma beleza que parece estar ali escondida ou até mesmo esquecida….
Não estando contudo classificada como “Aldeia Histórica, é uma Vila de fundação pré-histórica que terá sido inicialmente habitada por povos ibéricos.
Mais tarde os Senhores donos dos terrenos de cultivo ali construíram as suas casas senhoriais que ainda hoje podemos apreciar algumas delas, em bom estado de conservação. De entre várias salienta-se a “Casa do Páteo”, “Casas do Cardeal” e, totalmente reconstruído, o sumptuoso “Palácio do Picadeiro”, que é, na verdade, uma “preciosidade”.
Este palácio foi a antiga casa de residência dos Jesuítas, está posicionado num soberbo socalco da Gardunha e encontra-se enquadrado entre:

·       o caminho de calçada romana, ainda em estado de conservação razoável, por onde, desde tempos imemoriais, se fazia a transumância (já que, sazonalmente, os pastores tinham de levar os seus rebanhos em direcção a campos mais férteis e condições climatéricas mais favoráveis ao pastoreio);

·       a Capela de S. Sebastião;

·       e o monumental Chafariz D. João V, ex-libris da Vila, também conhecido por”Chafariz Real” ou das “Seis Bicas”, construído em 1714, todo em granito e, no topo, com uma coroa cobrindo as armas reais.








Hoje o Palácio do Picadeiro é propriedade da Câmara Municipal do Fundão, está aberto ao público e, para além de ter a funcionar um balcão de turismo regional, possui também um conjunto de equipamentos inovadores que proporcionam aos visitantes a possibilidade de descobrir o concelho do Fundão de uma forma diferente.
Por tudo isto e ainda pelas igrejas e capelas que ali podemos encontrar, vale a pena uma visita demorada…..

 




Alpedrinha Slideshow: Albertina’s trip from Torres Vedras, Estremadura, Portugal to Alpedrinha (near Fundao, Beiras) was created by TripAdvisor. See another Fundao slideshow. Take your travel photos and make a slideshow for free.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

ALDEIAS HISTÓRICAS .... (parte 1)



MONSANTO
Foi conquistada aos Mouros, por D. Afonso Henriques, em 1165, que por sua vez faz a sua doação à Ordem dos Templários, a qual, sob a ordem de D. Gualdim Pais, mandou edificar o Imponente Castelo Medieval que veio a ser parcialmente destruído, já no Século XIX, pela explosão acidental do paiol de munições.
A Aldeia de Monsanto, que foi sede de concelho desde 1758 até 1853, situa-se a nordeste das terras de Idanha e, aninhada na encosta de uma elevação escarpada, esta Aldeia é uma maravilha para os olhos e para a alma….!!!!

O seu ponto mais elevado atinge 758 metros e seja qual for a direcção em que olhemos, tudo é de uma beleza natural estonteante.
Desde logo, e antes de entrar propriamente na Aldeia, pode-se observar uma magnifica paisagem que se desfruta do baluarte. Depois……., tanto há para ver e admirar, que enumerar todo o valioso património ali existente, seria “um nunca mais acabar”, por isso o melhor é…., para já….., ver o slideshow que aqui se apresenta, que certamente irá deslumbra e aguçar o apetite para uma visita ao local, especialmente a quem ainda não conhece…..
É ainda de realçar que Fernando Namora (médico-escritor), habitou na Aldeia de Monsanto.
Vale mesmo a pena fazer uma visita a esta Aldeia Histórica de Portugal……..





Um Dos Meus Lugares de Sonho... Slideshow: Albertina’s trip from Torres Vedras, Estremadura, Portugal to Monsanto (near Hoyos, Extremadura), Spain was created by TripAdvisor. See another Hoyos slideshow. Create your own stunning free slideshow from your travel photos.



domingo, 15 de janeiro de 2012

OS POTES.......!!!!!!



A crise não atingirá toda a gente, mas certamente a grande maioria sente o seu poder de compra diminuir grandemente.
E já é normal ouvir-se dizer que se deixou de tomar o pequeno almoço fora, ou que já não se vai ao restaurante tantas vezes, ou que se restringe bastante nas compras relacionadas com roupa ou calçado…….., tudo isso por forma a que o orçamento mensal chegue para tudo, ou quase tudo o que é de primeira necessidade…
Enfim, os tempos estão difíceis e não se vislumbra, a curto prazo, que surjam melhorias…..
E então, nestas circunstâncias, há quem já tenha começado a valorizar alguns hábitos antigos, como por exemplo, cozinhar nos potes à lareira……
É verdade, especialmente nas Aldeias Transmontanas, dá-se cada vez mais uso às antigas panelas à portuguesa, ou seja: OS POTES, pois, além de ajudar na poupança do gás e da luz, tem a vantagem de, em simultâneo, aquecerem as casas e, curiosamente, todos dizem que a comida assim cozinhada tem outro sabor…, muito melhor….!!!!!
É assim…!!!!!! HÁ QUE POUPAR…..!!!!!!

sábado, 14 de janeiro de 2012

A KIKA FAZ ANOS....!!!!



E já foi há 9 anos….!!!! Como o tempo passa rápido…!!!!

Ainda me lembro como se fosse hoje….., ansiosos, no hall do hospital, estavam todos esperando por ti…

O nervosismo aumentava a cada instante,…., sempre que a porta do corredor se abria todos corríamos ao encontro de alguém que aparecesse a dar a notícia do teu nascimento…., mas tardou…, foram ainda algumas horas de espera, horas que pareciam uma eternidade…..

Mas finalmente às 22,07h, o papá, ainda vestido de acordo com as regras impostas pelo hospital, veio à dita porta dizer: “a Catarina acaba de nascer”.

A partir desse momento passei a ser avó…..

Cresceste tão rápido Kika….!!! Já me ensinaste tanto….!!! Já me deste tantas alegrias…!!! Já me fizeste tanta companhia…!!!

Tem sido muito bom o nosso relacionamento…, embora às vezes com algumas reprimendas…, mas não é por mal….., é porque gosto muito de ti……e eu sei que também gostas muito de mim……e sei, não é apenas porque me dizes que eu sou a melhor avó do mundo…., não…, não é só por isso, é porque a tua sensibilidade facilmente deixa transparecer o teu afecto….

Parabéns minha neta…..!!!!!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

CABRAL DO NASCIMENTO...


(1897 – 1978)
Poeta, colaborador de importantes jornais e revistas da sua época, investigador da história dos princípios do povoamento das ilhas da Madeira e dos Açores, foi também professor.
 
Fez o curso primário e secundário na sua cidade (Funchal) e entre 1915 1922, frequentou a Faculdade de Direito de Lisboa e de Coimbra.
Em 1923, já no Funchal, ensinou na Escola Industrial e Comercial.

Em 1937, fixou residência em Lisboa, onde permaneceu até à sua morte, tendo leccionado nas escolas Ferreira Borges e Veiga Beirão até 1958, ano em que se aposentou.
Em 1943 obteve o prémio Antero de Quental.


Deixa-te estar na minha vida

Como um navio sobre o mar.
Se o vento sopra e rasga as velas
E a noite é gélida e comprida
E a voz ecoa das procelas,
Deixa-te estar na minha vida.
Se erguem as ondas mãos de espuma
Aos céus, em cólera incontida,
E o ar se tolda e cresce a bruma,
Deixa-te estar na minha vida.
À praia, um dia, erma e esquecida,
Hei, com amor, de te levar.
Deixa-te estar na minha vida.
Como um navio sobre o mar.
(Cabral do Nascimento)


terça-feira, 10 de janeiro de 2012

CARTA DE BEETHOVEN.....!!!!!


Carta escrita por Beethoven quatro anos antes da sua morte, vai ser apresentada ao público, no próximo dia 18 de Janeiro, no museu do Instituto Brahms e ficará exposta até ao dia 29.

Nessa carta dirigida ao seu amigo Stockhausen, Beethoven queixava-se que estava doente e sem dinheiro e pedia ajuda ao seu amigo para conseguir compradores para a sua peça MISSA SOLEMNIS, considerada uma das suas obras mais importantes.




                                                                              

sábado, 7 de janeiro de 2012

QUINTA DA AVELEDA.....um lugar de sonho!






Situa-se na região do Douro Litoral e orgulha-se, não só da sua produção vitivínicola e do seu importante património arquitectónico, mas também dos seus imensos e belísimos parques e jardins repletos de árvores exóticas, (algumas delas centenárias) e onde podemos encontrar manifestações de pura arte.



Entre muitas dessas manifestações de arte ali existentes, são de referir “a Janela Manuelina do Século XVI”, onde, segundo a tradição, D. João IV terá sido aclamado Rei de Portugal e que mais tarde, foi oferecida a “Manuel Pedro Guedes da Silva da Fonseca”, que a transportou para os jardins da Quinta da Aveleda e também “a Fonte das 4 irmãs, erguida em 1920 e finalizada pelo Mestre João da Silva, que nela gravou os perfis em mármore das 4 irmãs Guedes, filhas do proprietário da Quinta, personificando deste modo as 4 estações do ano.

Segundo reza a história esta quinta já existe desde há longa data, no entanto só a partir do Século XVI é que começou a ser conhecida e é a partir de então que passaram a existir registos escritos sobre a mesma.

A Quinta da Aveleda deve o seu nome a uma profetisa germano-celta, qu aí viveu e que ficou na tradição dos povos germânicos como símbolo de todas as mulheres que predizem o fututro "AS VALLEDAS".

A produção e o comércio de vinho começou em 1860, fomentado por "MANOEL PEDRO GUEDES DA SILVA DA FONSECA" e vinte anos mais tarde a Quinta da Aveleda recebeu, nas Exposições de Paris e Berlim , medalhas de ouro pela qualidade do seu vinho...

Também recentemente foi galardoada com o prémio internacional "BEST OF WINE TOURISME 2011".

Mas é maravilhoso poder passear-se por todo aquele enorme Parque, onde podem ser apreciadas variadíssimas espécies de grandes e centenárias árvores, como é o caso do cedro japonês, do cipreste dos pântanos, do castanheiro da índia entre outras…..

Vale mesmo a pena uma visita, com tempo e sobretudo na Primavera….!!!!

O slide show que aqui se apresenta é apenas uma pequena amostra do muito que há para visitar nesta Quinta…







Quinta da Aveleda Slideshow: Blog’s trip from Torres Vedras, Estremadura, Portugal to Penafiel was created by TripAdvisor. See another Penafiel slideshow. Create a free slideshow with music from your travel photos.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

IGREJA DA LAPA - PORTO


É uma das Igrejas mais importantes da cidade Invicta, sendo a sua arquitectura do estilo rococó e neoclássico.
Foi começada a construir no dia 17 de Julho de 1756, de modo a substituir uma capela menor e possui uma fachada repleta de pedras (cerca de 2723).
Na capela-mor, por trás duma pesada porta de bronze, está o coração de D. Pedro IV, oferecido à cidade pela viúva a Imperatriz D. Amélia de Beauharnais, cumprindo assim o desejo do seu marido, e, de 4 em 4 anos, a referida porta é aberta por funcionários da Câmara Municipal do Porto, para que seja substituído o líquido da jarra em que o coração está inserido.


Desde 1995 que esta Igreja possui o maior órgão da Península Ibérica, de tubos da autoria do nestre-organeiro alemão George Jann.


histórias....!!!!!

Ao longo da nossa vida todos nós temos histórias para recordar…, dos tempos de infância, da juventude e até mesmo da idade adulta…

No entanto nem sempre nos lembramos de tudo o que nos aconteceu, de tudo o que vivemos, mas certos momentos há em que, por uma qualquer razão, vêm à nossa memória situações ocorridas em tempos idos e é como se estivéssemos a remexer no baú do passado e de lá retirássemos migalhas da nossa vida….

Há poucos dias, conversando com um familiar próximo, mais ou menos da minha idade e a propósito das férias escolares dos nossos netos, sem darmos por isso recuámos no tempo mais de 50 anos e começámos a falar de como eram passadas as nossas férias naquela época…. Como era o nosso Natal….., os poucos dias de folia no Carnaval….., a bonita época da Páscoa…. e as “grandes” férias de verão….!!!!

E neste desenrolar de meada, desde há muito bem guardada no fundo do baú, recordámos uma história que nos fez rir a bandeiras despregadas…..!!!!

……Era no mês de Agosto, corria então o ano de 1960…. Vivíamos no campo e naquela época, além das crianças e adolescentes residentes, outros (forasteiros), a gozarem algumas semanas de férias em casa de familiares, juntavam-se a nós tornando aquele grupo ainda mais numeroso (às vezes chegavam a ser 12 ou 14).

É claro que tanta juventude reunida alguma coisa tinha de inventar…. Os dias eram enormes, toda a gente se levantava cedo, e, sem outras preocupações que não fossem os jogos e as brincadeiras, o tempo para gastar era imenso e o calor que se fazia sentir naquela época do ano, também….

Estávamos então na época da colheita do milho e na eira existia um enormíssimo amontoado de palha de milho, proveniente da “escarapela” (expressão usada no Algarve) ou “desfolhada”, que já tinha sido efectuada.

Resolveu então aquele grupo de “índios”, como éramos chamados, jogar “às escondidas” precisamente na hora de maior calor (cerca das 2h da tarde), e, numa tentativa de escolher os melhores locais para se esconderem, alguns deles (os de fora…, meninos da cidade, pouco ou nada habituados às coisas do campo), recorreram ao amontoado da palha do milho existente na eira e lá acharam um belíssimo esconderijo, ficando assim completamente cobertos por aquela folhagem altamente abrasiva....

De tão bem escondidos que estavam, ninguém, de facto, os encontrava porque era impensável, para nós, habituados à vida do campo, que alguém decidisse esconder-se nas profundezas de um amontoado de palha de milho…!!!!

Finalmente, e depois de muito chamar e procurar, resolveram sair do esconderijo os “índios” que então sim, vinham de peles bem vermelhas, devido à alergia que entretanto já tinham contraído…..

É claro que, no momento, ninguém achou piada ao sucedido e ficámos todos muito preocupados sem sabermos o que fazer numa tal situação…, não queríamos divulgar o sucedido pelos familiares (porque já sabíamos que isso nos valeria um enorme castigo), tentámos “salvar a pátria” recorrendo a um “banho” de álcool, o que ainda piorou aquelas peles irritadas, mas finalmente tivemos mesmo de “dar a mão à palmatória” e os “meninos/índios” lá tiveram de ser levados à farmácia que lhes ministrou um qualquer produto calmante (já não me lembro qual)…

Enfim….., são recordações que, a mais de 50 anos de distância, ainda conseguem pôr-nos a rir…..

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

De Fernando Pessoa.....!!!!!


Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudade, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!


(Fernando Pessoa)

NOSTALGIA....!!!!



“Tristeza profunda ou estado melancólico, causado por saudades e sempre associado ao afastamento de alguém, ou de alguma coisa, à qual possamos estar bastante ligados”.

É mais ou menos este o significado deste vocábulo que, durante o ano de 2011, foi o mais procurado no dicionário online, o qual, segundo as estatísticas, só para este vocábulo, teve cerca de 185 mil visitas…!!!!

Não deixa de ser curioso que, não obstante só se falar de crise, não foi contudo esta palavra a que mais despertou o interesse dos utilizadores do dicionário “Priberan”, mas sim a palavra “NOSTALGIA”…!!!
Porque será ?????
Dá que pensar.....!!!!!



domingo, 1 de janeiro de 2012

CONCERTOS DE ANO NOVO...!!!!!

Parece não haver dúvida que nada melhor para começar o ano do que assistir a um belíssimo concerto.....
A este propósito a boa notícia é que o Teatro Nacional de São Carlos em Lisboa retomou , em 2012, os concertos de Ano Novo...
Desde há décadas que o Teatro Nacional de São Carlos não realizava um concerto nesta data específica, mas hoje, dia 1 de Janeiro de 2012, quem teve possibilidade de lá ir, pôde ouvir árias e aberturas de óperas conhecidas do grande público, tendo actuado a soprano Elisabete Matos, o Coro do Teatro de São Carlos e a Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida pelo maestro Miguel Ortega.
Para quem não teve tal privilégio mas se pelo menos assistiu pela Televisão – RTP2, ao concerto transmitido de Viena de Áustria, também usufruiu de momentos fantásticos, como aliás sempre acontece neste dia…
No entanto é também de referir que, no que a concertos de Ano Novo diz respeito, outros ainda irão realizar-se no nosso país, mais concretamente no dia 6 de Janeiro no Porto – Casa da Música, pelas 21h, com a Orquestra Sinfónica do Porto e no dia 7 de Janeiro em Carnaxide, no Auditório Ruy de Carvalho, pelas 18h, com a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.
Então para começarmos bem o ano, aqui fica a magnifica MARCHA RADETZKY, de JOHANN STRAUSS, interpretada pela Orquestra Filarmónica de Viena.